PROSPECTOS #10 – Somos Prospectos da Vida Ociosa

Prezado leitor(a), tudo bem?

Chegamos ao décimo episódio da Série Prospectos (expectativas) com disposição para mais dez, se Deus quiser, e nos dê saúde. O tema é desafiador. Falar sobre ociosidade no tempo presente é ir de encontro a uma situação quase comum a uma parcela enorme da humanidade. O ócio é degenerativo e mata a disposição. Viver um estado de ociosidade leva o individuo a um estado de estagnação de difícil saída, mas não ao impossível. Somos por natureza amantes do ócio que fala ao nosso ouvido dizendo que há alguma coisa por fazer mais que não precisa ser feita agora, já, nesse instante. A ociosidade prende e inativa-nos! Além do que a ociosidade é uma condição que apática.

Como vencer o ócio e libertar-se da falta de disposição?

Sinto-me ocioso vez por outra e isso me afeta demais. Às vezes me falta coragem para fazer as coisas que deveria. Não sei quanto a você caro(a) leitor(a), se você é uma pessoa menos ou mais ociosa, mas creio que concordamos numa coisa: o ócio destrói de dentro para fora nossas capacidades nos levando a uma certa indolência e indiferença.

Como vencer essa expectativa da vida ociosa?

Primeiro, somos cobrados por todos os lados para sermos proativos, errar menos e acertar mais, estar ligado o tempo todo e não curvar-se às impossibilidades; segundo, somos frágeis, finitos e limitados emocional e fisicamente; terceiro, somos complexos e incompreendidos se olharmos com uma lupa de estereótipos e por mais que sejamos investigados à fundo, ainda assim surpreendemos e somos surpreendidos pelas descobertas reais; quarto, somos diferentes uns dos outros no aspecto psíquico entre outras coisas. Portanto, após esses pontos, caminho para uma “provável” solução que prefiro que sejam aceitas como sugestões: a) Vencer a ociosidade é possível quanto se tem de forma bem definida quais os objetivos se quer alcançar, quais metas cumprir e os esforços desprendidos; b) Reagir sistematicamente contra a ociosidade, fazendo uma substituição regular por tarefas simples mais corriqueiras, mas encaradas como importantes. Às vezes menosprezamos as tarefas simples como ir numa padaria, num jardim regar uma planta, fazer uma maquiagem, ouvir uma música, ir ao supermercado, fazer uma faxina, etc., São exatamente as coisas simples e corriqueiras que espantam a ociosidade. Entendo que uma rotina sistemática pode levar a exaustão, mas é de coisas simples alternadas com as coisas mais difíceis que sacodem nosso cérebro permitindo que ele não estacione.

Lembre-se:

Você sempre terá momento de ócios e outros que levaram você e exaustão emocional e física. Não se permita viver uma expectativa de ociosidade tal que lhe estacione num lugar eterno. Somos capazes de parar e caminhar, caminhar e parar. O que você escolhe fazer é a sua dinâmica.

O sábio Salomão, filho do Rei Davi, diz:

Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás. Reparte com sete e ainda com oito, porque não sabes que mal sobrevirá à terra. Estando as nuvens cheias, derramam aguaceiro sobre a terra; caindo a árvore para o sul ou para o norte, no lugar em que cair, aí ficará. Quem somente observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará. Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da mulher grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as coisas. Semeia pela manhã a tua semente e à tarde não repouses a mão, porque não sabes qual prosperará; se esta, se aquela ou se ambas igualmente serão boas.

Eclesiastes 11.1-6

Não fique apenas observando o vento, mas semeie pela manhã e a tarde não repouses a mão.

Que Deus te abençoe e você consiga vencer a ociosidade com produtividade. Abraço!

Josinaldo Mariano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.