PROSPECTOS #4 – SOMOS PROSPECTOS DE EXPERIÊNCIAS SEM FIM.

Olá meu caro(a) leitor(a), tudo bem com você?

O tema da Série Prospectos dessa semana é mais um desafio que lhe convido a pensar comigo. Vamos lá?

O dicionário Michaelis traz o seguinte significado para palavra experiência: Ato ou efeito de experimentar(-se); Conhecimento adquirido graças aos dados fornecidos pela própria vida; Ensaio prático para descobrir ou determinar um fenômeno, um fato ou uma teoria; experimenta, experimentação, experimento; Conhecimento das coisas pela prática ou observação; Uso cauteloso e provisório ou perícia ou habilidade adquiridas pela prática. 

Experimentar, conhecer e praticar, são verbos que praticamos desde cedo, aliás, nossa vida é cheia de experiências. Concorda? Vivemos descobrindo coisas novas, testando e testando até conseguirmos resultado. Mas, porque parte de nossas experiências são desperdiçadas? Porque uma parcela considerável de energia é gasta em vão? Por qual razão ignoramos determinadas experiências? Thomas Edson disse: “Nossa maior fraqueza está em desistir. O caminho mais certo de vencer é tentar mais uma vez. Muitas das falhas da vida acontecem quando as pessoas não percebem o quão perto estão quando desistem. Uma experiência nunca é um fracasso, pois sempre vem demonstrar algo.” A história conta que um dos seus auxiliares, desanimado com tantos fracassos, sugeriu a Edison que desistisse de futuras tentativas, porque, depois de 700 tentativas, não havia avançado um só passo. Ao que ele respondeu:

“O quê? Não avançamos um só passo? Avançamos 700 passos rumo ao êxito final! Sabemos de 700 coisas que não deram certo! Estamos para além de 700 ilusões que mantínhamos anos atrás e que hoje não nos iludem mais. E a isso você chama perda de tempo?”.

(Thomas Edson)

Que lições preciosas aprendemos com as fracassadas tentativas, não? Sou um fã inconteste de Thomas Edson.

Viver numa expectativa de que algo não dará certo, de que aquele tentativa será frustrada é angustiante, não achas? Precisamos sair rapidamente da postura que antecipa o fracasso para uma postura que antecipa-se ao fracasso. Nesta mudança de alinhamento a expectativa de experiências sem fim se transformará num doce e agradável experimento do melhor que a vida nos oferece.

Thomas Edson após as “700 coisas que não deram certo”, não desistiu de experimentar e experimentar a 701º, 702º… Ele bem poderia estar no seleto time dos fracassos, não fora sua persistência em não ficar olhando pela janela a cada tentativa frustrada.

Você vive expectativas sem fim?

Quero lhe estimular a dar um passo à frente e se precisar dar um outro mais largo até que suas expectativas lhe responda favorável ou não. Que você não desista. Concluo usando mais uma frase:

“Não me desencorajo, porque cada tentativa errada descartada é outro passo à frente.”

(Thomas Edson)

Tenha uma boa semana repleta de novas experiências.

Até o próximo episódio da Série Prospectos

Josinaldo Mariano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.