SÉRGIO MORO

Olá, meu caro(a) leitor(a), tudo bem? Que bom!

O ex-juiz e agora ex-ministro da Justiça Sérgio Moro deixa hoje o governo bolsonaro, e, infelizmente, deixa sua promissora política de combate à corrupção e aos crimes no governo bolsonaro. O Brasil sai perdendo. Eu e muitos brasileiros lamentamos!

Sérgio Moro saí “insatisfeito” por não ter “condições” de trabalho à frente da Pasta da Justiça e Segurança Pública, trazendo à luz os “movimentos” do governo suspeito de intervir na condução dos dirigentes da PF – Polícia Federal brasileira. Nesse contexto de Pandemia do Coronavírus e crises por todos os lados a saída do ministro só agrava mais a situação. Daqui por diante vem a imprevisibilidade do pós-Moro!

O governo Bolsonaro perde “legitimidade” com a saída de Moro? Talvez sim, talvez não! Dependerá de outros fatores a serem revelados a começar de hoje. Em relação ao combate à corrupção, bandeira erguida por ele durante sua campanha, perde o principal combatente. A continuidade ou não veremos.

Em seu pronunciamento Bolsonaro arrazoou sobre quase tudo e pouco acrescentou para equalizar as posições antagônicas nesse momento. O presidente ao tentar contradizer Sérgio Moro (como ex-juiz não entraria no embate sem provas), se deteve a desqualificá-lo. Pôs às cartas na mesa e agora senhores e senhoras, aguardemos o desenrolar dos novelos do submundo do poder. O Brasil e eu esperamos à verdade.

Lamento! E registro meus sinceros agradecimentos ao agora ex-ministro, por seu importante trabalho frente à pasta da justiça. Os números mostram as suas realizações.

Obrigado, SÉRGIO MORO!

undefined Josinaldo Mariano